PORQUE A MATA ATLÂNTICA?


antiga extenção da mata atlântica




pau brasil


fotossíntese


Por isso que não dá para pensar em resolver os problemas do mundo sem lembrar do Brasil. O clima do mundo precisa das nossas matas.


Antigamente o litoral brasileiro era todo coberto por mata, do extremo sul do nosso país até a Amazônia, uma coisa não faltava: Árvores. 






Até mesmo o nome do Brasil se originou numa delas. Era tanta a riqueza, que até hoje a gente se preocupa em como dominar esse "mato" que logo brota em cada centímetro abandonado, e não em como fazer para plantar essas árvores que são de tanto valor. Valor não apenas econômico, mas de um valor fundamental pelo equilibrio do clima no nosso planeta. 











O bosques e as matas desse mundo não determinam apenas a regularidade de chuvas, ventos e temperatura, mas também absorvem dióxido de carbono. Dióxido de carbono, também chamado de CO2, é o maior responsável pelo aquecimento global. Se a gente quer tentar resistir contra o aquecimento, reduzir as emissões de CO2 não vai bastar para freiar o que já está acontecendo. Vai ser preciso pensar em formas de tirar o CO2 já emitido da atmosfera. É aqui que entram as matas brasileiras: se uma árvore consegue absover aproximadamente 10 quilos de CO2 por ano, imagina a diferença que faria a mata atlântica do jeito que ela existiu quando os europeios chegaram 500 anos atrás aqui.

Com isso, a mata atlântica é a região que mais foi desmatada no nosso país, tal vez no mundo inteiro. Memso tendo degradado tanto, até hoje em várias regiões que ela entigamente cobriu, uma árvore de grande porte atinge a sua altura máxima em 20-40 anos. Para comparar: nas regiões temperadas da europa, isso pode levar facilmente 100-200 anos.


0

 .